Unidade de Citometria de Fluxo

A Unidade de Citometria de Fluxo do Centro de Estudos de Doenças Crónicas (CEDOC) providencia uma diversidade de serviços nas áreas de separação e análise celular multiparamétrica através de tecnologias de citometria celular à Comunidade Científica. 

Desta forma, contribui diariamente para a melhoria da educação e desenvolvimento científico de todas as áreas que envolvem as tecnologias de citometria de fluxo tendo como principal objetivo providenciar assistência nas múltiplas fases do planeamento experimental e análise de experiências na área. Assim, a Unidade permite que os utilizadores consigam criar decisões mais eficientes e económicas na execução dos seus projetos experimentais. 

Adicionalmente, esta Unidade também fornece suporte técnico para análise e preparação de dados de citometria de fluxo para apresentação em publicações científicas e consultadoria na aplicação de candidaturas para obtenção de financiamento científico. 

A Unidade de Citometria de Fluxo está atualmente equipada com instrumentos especializados em diferentes áreas desta tecnologia:

  • Citometros de Fluxo analisadores, o BD FACSCanto II e o FACScan da Becton Dickinson (BD), usados apenas para aquisição de diferentes amostras biológicas para posterior analise de dados (sem recuperação das células). Estes equipamentos são operados pelos próprios investigadores após formação.
  • Separador de células de alta velocidade da Becton Dickinson (BD), o BD FACSAria III. Este equipamento é utilizado para a separação física de diferentes populações de interesse provenientes de uma mistura celular heterogenia. O seu manuseamento é realizado apenas pela equipa da Unidade, com um amplo conhecimento e experiência na área. A operação do instrumento por investigadores pode ser previamente aprovada pela equipa da Unidade, com base na experiência do utilizador, quando o equipamento é requisitado apenas para análise celular.  
  • Os novos utilizadores deverão efetuar o registo online no sistema de marcações Agendo Science e solicitar uma nova permissão antes de utilizarem qualquer equipamento da unidade de Citometria de Fluxo pela primeira vez.
  • Após consentida a permissão, será realizada uma sessão de treino obrigatória, antes de permitida a utilização independente do equipamento pelo utilizador. Esta norma apenas é aplicada aos citometros de fluxo analisadores (FACSCantoII e FACScan) os únicos com opção de utilização autónoma.
  • Se, mesmo após o treino inicial, for necessário suporte na aquisição das amostras de uma experiência específica, é possível selecionar a opção de assistência na sua marcação no AGENDO. A equipa será notificada e confirmará a possibilidade de ajuda durante a aquisição.
  • Não é permitido reservar os equipamentos para uso de um outro utilizador. O utilizador que estará no instrumento deverá ser sempre aquele que efetuou a reserva do mesmo. 
  • Utilizar um equipamento sem reserva prévia é proibido. O uso real dos equipamentos é regularmente verificado pela equipa da Unidade, através das entradas efetuadas no equipamento. 
  • Antes de utilizarem a Unidade de Citometria, todos os novos utilizadores deverão rever atentamente todas as instruções e procedimentos de manutenção dos equipamentos, bem como todas as orientações de biossegurança, que se encontram disponíveis na rede interna do CEDOC.
  • Todas as regras apresentadas são de igual modo aplicadas a todos os utilizadores externos. A lista de preços para a utilização dos diferentes equipamentos poderá ser consultada no site de marcação AGENDO. 
  • As reservas efetuadas no instrumento de separação celular, FACSAriaIII, serão realizadas em regime de pré-reserva e devem incluir todas as informações requisitadas pelo sistema de modo a permitir ao operador configurar o equipamento adequadamente. A aprovação da pré-reserva será comunicada por email. Certifique-se de rever atentamente o protocolo para separação celular que se encontra disponível na rede interna do CEDOC.
  • Deverá ser sempre reportada via email, para claudia.andrade@nms.unl.pt, qualquer anomalia verificada em algum um dos instrumentos utilizados.
  • Deverão ser sempre apresentados os agradecimentos à Unidade de Citometria de Fluxo em qualquer publicação científica ou apresentação oral na qual os dados foram gerados através do uso de um dos equipamentos presentes na Unidade, serviços disponibilizados pela mesma ou qualquer ajuda no planeamento das experiências, providenciada pela equipa de Citometria.
  • Os agradecimentos são sempre úteis na obtenção de financiamento interno e externo que permita manter ou atualizar os instrumentos presentes nas nossas instalações ou para programas de desenvolvimento de carreira, como o Programa de Líderes Emergentes da Sociedade Internacional de Citometria, ISAC SRL.
  • A seguinte declaração poderá ser utilizada como exemplo de agradecimento à nossa Unidade: "A análise de citometria de fluxo / separação de células foi realizada na Unidade de Citometria de Fluxo do CEDOC|NMS."
  • Sempre que contribuições significativas forem realizadas pela equipa da Unidade no planeamento da experiência ou análise dos resultados obtidos pós aquisição, a coautoria na publicação deve ser considerada.

Na qualidade de fundadora da rede FLxFlow - Lisbon Flow Cytometry Network, a Coordenador Executiva da Unidade está envolvida na organização de cursos e conferências internacionais de Citometria de Fluxo.
Esta Unidade é ainda parte integrante da aliança CoLife (união estabelecida entre seis institutos de investigação em ciências da vida localizados em Lisboa e Oeiras), que visa maximizar os recursos existentes, em termos de infraestrutura, serviços e conhecimento científico, partilhando equipamento e know-how, além de promover sinergias e colaboração entre os seis institutos de investigação.

Coordenador Científico

Gabriela Silva

Coordenador Executivo

Cláudia Andrade
Coordenadora Executiva da Unidade de Citometria de Fluxo