Projeto LYSOCIL em doenças raras tem a sua conferência final

Aconteceu a 8 e 9 de abril a conferência final do projeto LYSOCIL no Hotel Vila Galé em Cascais. ­Contou com apresentações dos vários parceiros do projeto e colaboradores a nível mundial, incluindo Itália e Alemanha. 

Susana Lopes, Liliana Bento-Lopes e Duarte Barral

 

“Esta foi uma excelente oportunidade para reunir presencialmente todo o consórcio, o que não foi possível durante a pandemia”, diz Duarte Barral, co-coordenador do projeto LYSOCIL, investigador principal e professor na NOVA Medical School. “. Foi também uma oportunidade única para reunirmos várias associações de doentes e incentivar a colaboração na investigação de doenças raras”.

Em jeito de balanço que faz do projeto, Duarte acrescenta: “o LYSOCIL permitiu estabelecer um consórcio com interesses comuns na investigação de doenças raras que afetam os lisossomas e os cílios. Este projeto permitiu treinar os nossos investigadores em diferentes técnicas através de visitas às instituições parceiras e organizámos várias workshops, retiros e outras atividades conjuntas.”.

Sobre esta colaboração estreita com os parceiros e o futuro deste projeto, Susana Lopes, co-coordenadora do LYSOCIL e investigadora principal na NOVA Medical School diz: “o LYSOCIL foi um projeto ambicioso em que nos juntamos a 2 outros institutos que não conhecíamos muito bem, mas idolatrávamos. No início eramos estranhos e no fim ficámos amigos e montámos uma rede em doenças raras que ficará para o futuro”. 

Três alunas e investigadoras da NOVA Medical School, Liliana Lopes, Mariana Barata e Catarina Bota venceram o prémio de Melhor Poster. Parabéns a todas e todos por esta iniciativa e pelo sucesso do projeto LYSOCIL.

LysocilFinalConferenceDSC00573

Saibam mais sobre este projeto no website do LYSOCIL.