NMS recebe 22 jovens para estágios científicos de verão

Vários laboratórios e infraestruturas da NMS Research abrem as portas durante as férias escolares e recebem estudantes nacionais e estrangeiros para estágios científicos de curta duração.

Vinte e dois estudantes, do ensino secundário e do ensino superior, realizaram estágios científicos, em nove laboratórios e seis infraestruturas de investigação. Para muitos jovens estes estágios são a primeira aproximação à investigação e permitem fomentar a sua cultura científica, alertando para o papel da ciência no dia-a-dia da sociedade ao mesmo tempo que os encoraja a prosseguir carreiras científicas.

Durante estes estágios, ao abrigo de vários programas nacionais e de intercâmbio internacional, os mais de vinte jovens tiveram oportunidade de contactar com vários investigadores e técnicos da NOVA Medical School de várias áreas. Nomeadamente:

Os laboratórios de Mecanismos Moleculares de Doença e Degeneração e Envelhecimento receberam uma aluna através do programa IST Summer Internship e quatro alunas pelos intercâmbios da IFMSA - International Federation of Medical Students Associations, vindas da Espanha, da Roménia, do Canadá e da Rússia. Através deste intercâmbio, o laboratório de Tráfego Membranar na Doença também recebeu uma aluna romena e o de Investigação em Doenças Metabólicas (MEDIR) recebeu três alunos, dois alunos indonésios e uma aluna mexicana. Pelos estágios da ANEEB - Associação Nacional de Estudantes de Engenharia Biomédica, o laboratório de Controlo Neuronal das Doenças Metabólicas: Estratégias Terapêuticas recebeu uma aluna.

Através dos estágios de verão organizados pela Ciência Viva, o laboratório de Nutrição, Metabolismo e Microbiota recebeu oito alunas, a Unidade de Histologia um aluno, e as Unidades de Microscopia e Citometria de Fluxo e as Unidades de Moscas e Cultura Celular, receberam um aluno cada, em conjunto.

Como prémio do primeiro lugar no primeiro Hackathon COLife, um aluno fez uma rotação laboratorial durante uma semana em quatro laboratórios - Mecanismos Integrados de Fisiopatologia, Nutrição Molecular e Saúde, Nanomedicina em Cancro e Nutrição, Metabolismo e Microbiota - em representação das quatro unidades de investigação da NMS, e no Biotério de Peixes, Unidades de Mosca e Cultura Celular, em representação das Infraestruturas de Investigação.